sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Carta de despedida à todos aqueles em que um dia conviveram comigo.


Imagino a reação de alguns de vocês, mas se acalmem. Acreditem em mim, motivos não me faltaram. Ninguém de vocês esperava por isso, mas essa ideia tem tomado conta dos meus pensamentos há tempos. Eu nunca fui tão feliz quanto demonstrava ser. Muitas das vezes em que eu dizia que eu estava bem, eu não estava. Dentro de mim havia um vazio, um vazio que nada conseguia preencher. Por isso eu vivia comprando coisas novas, talvez assim eu me sentisse melhor, mas não adiantou de nada. Eu estava me auto-mutilando, várias vezes seguidas, em várias partes do meu corpo, mas eu sempre escondi de todos. Peço à vocês perdão, e espero que me entendam. 

Pai: Eu o agradeço por sempre ter me feito rir, por sempre me perguntar como foi a aula, fazer piadas de coisas bobas, e levar-me em todas as festas. O agradeço por ter sido mais que um pai, por ter sido um amigo. O agradeço por diversos outros motivos. E te peço pra que continue seguindo em frente, você foi o meu herói, e eu não quero que desanimes com essa decisão que tomei. Espero que você continue sendo esse forte guerreiro, e perdoe-me por essas lágrimas que estou te fazendo derrubar. 

Mãe: Te agradeço por sempre dar-me tudo o que eu pedia, te agradeço por sempre me encher de presentes, por sempre me levar na cabeleireira e deixar com que eu fizesse o que eu bem entendesse lá. Obrigada por todas as vezes em que você deixou eu ir fazer compras sem limite de valor pra gastar. Você nunca me deu atenção, nunca me deu carinho, e isso me deixava muito triste, mas te agradeço por tudo que fez.

Melhor amiga: Você foi um anjo na minha vida, me fez sorrir durante muito tempo, eu sempre pude confiar em você de olhos fechados, porém nunca contei o que estava acontecendo comigo, mas isso é culpa minha. Obrigada por sempre cuidar de mim, obrigada por tudo que fez, obrigada por secar minhas lágrimas, obrigada por tomar conta de mim. Você sempre foi mais que uma amiga, foi uma irmã. Siga sempre sorrindo, e em breve você encontrará uma nova melhor amiga, que não será frágil como eu. Pequena, e eu te imploro, não desanime. Sorria sempre. Continue sendo essa pessoa maravilhosa que sempre ajuda quem precisa. Continue sendo esse anjo de pessoa. 

Melhor amigo: Anjo meu, seque essas lágrimas agora, coloque um sorriso no lugar, por favor. Eu não quero que sofras, e ainda mais ser o motivo disso. Anjo, lembra-te do que tinha ensinado a mim? Lembra de todas as vezes em que você implorou pra que eu sorrisse? Então, eu imploro pra que sorrias, pra que siga em frente. Você foi a pessoa mais maravilhosa que eu já pude conhecer em toda a minha vida, e eu quero o seu bem, sempre. Você sempre me ajudou, e eu serei grata eternamente por isso. Seu sorriso é o mais lindo do mundo, e não o esconda, por favor. Eu vou ser o seu anjo da guarda, assim como você foi o meu. Eu cuidarei de você, mesmo não estando por perto. Mas você tem que me prometer que não irá se desanimar. E por favor, perdoe-me, perdoe-me por ser fraca, perdoe-me por só saber te pedir perdão. Ah, e não esqueças-te o quanto eu te amo, meu anjo.

Amigos próximos: Obrigada por sempre fazerem das minhas festas as mais divertidas possíveis. Vocês foram grandes amigos, e eu não poderia esquecer-me de vocês. Não se assustem com essa minha decisão, e muito menos fiquem abalados. Vocês sempre foram felizes e animados, não quero que isso mude. E desculpem-me por quaisquer coisas aí. Se cuidem. 

Familiares: Eu nunca fui apegada à nenhum de vocês, mas sei que vocês estão espantados, e alguns até tristes. Perdoe-me, não tive a intenção de fazer com que vocês se sentissem mal. Espero que continuem unidos. 

Professores: Obrigada por tudo que fizeram por mim. E peço desculpas por as vezes ter dado trabalho, e por atrapalhas a aula de vocês. Sei que ficarão sem entender o porque de eu ter tomado essa decisão, talvez mais pra frente vocês entendam. 

Colegas de classe: Obrigada por todas as vezes que me emprestaram o dever de casa, obrigada por todas as vezes em que me passaram as respostas das provas. Não tinha amizade com todos, mas lembro-me bem do rosto de cada um.

Vizinhos: Peço perdão por todas as vezes em que fazia barulho, e por todas as vezes que os xinguei. Muitos de vocês devem estar espantados, mas quero deixar claro que tive meus motivos.

Amigos não tão próximos: Sei que devem estar completamente espantados, pois vocês sempre me acharam a pessoa mais feliz do mundo, mas não me julguem. Eu nunca fui tão feliz assim. Continuem sorrindo, e seguindo em frente. Meus queridos, não se entristeçam.

Estou feliz com essa decisão, libertei minha alma que já não aguentava mais sofrer. Eu estava acabada, completamente acabada. A dor tinha tomado conta de mim, e eu não tinha forças nem pra me levantar da cama. Deixo-os com a certeza de que minha missão já foi cumprida. Já sorri bastante, mas chorei mais ainda. Todo mundo tem sua hora, e eu sinto que a minha já chegou há um bom tempo. Peço à vocês perdão mais uma vez. E não se esqueçam, sigam sempre em frente.


PS: texto pego do tumblr , me emocionei.

Nenhum comentário

Postar um comentário